Cantar de Estudante

Andando pela calçada
O estudante sonhador
Espalha a sua magia
Aquece a noite fria
Cantando ao seu amor

Ao longe o velho Mondego
Escuta com emoção
As baladas imortais
Melodias divinais
Suspiros de coração

Refrão
Olha o estudante a cantarolar
De saia rota, capa a dar a dar
Rasga o sorriso, esconde o sofrer
O seu destino é cantar até morrer

Pergunta à cabra velhinha
Em segredo a Santa Clara
Diz-me tu minha rainha
Donde vem essa alegria
Que a cidade encantará?

São vozes de gerações
Que por Coimbra passarão
São águas de mocidade
São os ventos da saudade
Almas que por cá ficaram

Refrão


Original: Tuna de Medicina da Universidade de Coimbra
Arranjos: EncantaTuna - TAFUBI

Sem comentários: