Centenário da morte de António Plácido da Costa


Após um convite vindo directamente da Câmara Municipal da Covilhã, a EncantaTuna – Tuna Académica Feminina da Universidade da Beira Interior teve a possibilidade de marcar presença num conjunto de actividades preparadas em honra aos 100 anos da morte de António Plácido da Costa no passado dia 6 de Junho, preparado pelo Município em parceria com a UBI, UBIMEDICAL, Faculdade de Medicina do Porto e Museu Maximiano Lemos. Este ilustre senhor teria nascido na Covilhã, tendo crescido para ser médico, cientista e inventor, foi um dos principais vultos da oftalmologia Mundial.

A nossa ilustre tuna como não podia deixar de ser fez por homenagear este senhor que tanto fez pela sociedade com uma actuação na Rua Ruy Faleiro, em frente á antiga loja Sofal, onde de seguida se realizara a inauguração da exposição biográfica e documental do mesmo, assim como da colecção de aparelhos científicos do Museu de História da Medicina «Maximiano Lemos».

Nesta nossa actuação, pressentíamos este publico culto e interessado com a nossa adaptação da música “Cantar de Estudante”, original da Tuna de Medicina da Universidade de Coimbra, seguida da adaptação da música “Venham mais 5” de José Afonso e para terminar o nosso original “Hino à EncantaTuna”.

Não podemos deixar de agradecer a está organização excelente que ao longo dos anos nos tem apoiado como parte cultural da nossa nobre Cidade Neve.

Sem comentários: